PESQUISE NO BLOG

 

sexta-feira, 20 de julho de 2012

FEIRA DE SANTANA: POLÍCIA CIVIL ESTOURA DESMANCHE DE VEÍCULOS

CELSO

CHASSI ADULTERADO



CARRO ROUBADO

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), que tem o comando do delegado André Ribeiro, por volta das 10 horas da manhã de hoje (19), estouraram um desmanche de veículos que funcionava numa residência, localizada na Rua Conselheiro Pena, conjunto Parque Panorama.

Os investigadores prenderam em flagrante o proprietário do desmanche, Celso Ricardo Curvelo Batista, 34. No interior do desmanche, os policiais encontraram uma “Girafa” Hidráulica (usada para retirar motores dos veículos); dezenas de pinos de números e letras (usados para adulterar as numerações dos chassis e outros materiais usados para desmanchar e adulterar veículos). Também foi encontrado no local um veículo VW Gol, roubado no mês passado aqui em Feira.

Ainda segundo os policiais, a equipe chegou ao desmanche quando transitava pela Avenida João Durval Carneiro, nas proximidades do bairro Caseb. “Estávamos rondando pela João Durval, quando suspeitamos do veículo. Abordarmos o condutor e, quando checavam a documentação do carro, percebemos que existia adulteração na numeração do chassi”, contou um investigador.

De acordo com o investigador, o acusado contou que teria adulterado a numeração na própria residência. Os policiais seguiram com o acusado para casa do mesmo, quando chegou constatou que se tratava de um ponto de desmanche de carros roubados. No local, Celso contou que aquele teria sido o primeiro carro em que ele fez adulteração.

Os policiais não acreditam na versão dele e afirmam que as investigações vão continuar, para descobrir quem ajuda o acusado a adulterar veículos, uma vez que o mesmo foi encontrado com um carro roubado. Na delegacia, Celso contou que comprou o veículo de um homem de prenome Gilmar, na Ilha do Rato, pelo valor de R$ 4.500.

Os investigadores contaram ainda que o acusado teria comprado um veículo do mesmo modelo em um leilão, aproveitando apenas o chassi, e depois comprou o carro roubado e colocou em cima – ou seja, no linguajar popular, “trepou”. Celso foi autuado por receptação e por adulteração de veículo.

FONTE: POLÍCIA É VIOLA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário